Domingo, 09 de Maio de 2021
89 994161886
Brasil COVID 19

Ter Covid-19 após tomar a vacina é normal? Especialistas explicam fenômeno

José Medina diz que não há um consenso da comunidade científica sobre o tempo necessário para a imunização, mas calcula que pode levar de três a quatro semanas para o corpo começar a produzir anticorpos depois da primeira dose.

04/01/2021 07h16
Por: Cirano Sousa Fonte: IGI
Ter Covid-19 após tomar a vacina é normal? Especialistas explicam fenômeno

Com as recentes notícias de que pessoas teriam se infectado com a Covid-19 após receber a primeira dose da vacina da Pfizer/BioNTech, é muito provável que você esteja questionando se é possível que isso realmente aconteça.

O portal iG conversou com especialistas sobre o assunto para esclarecer uma das dúvidas mais frequentes sobre o novo coronavírus (Sars-CoV-2). Quanto tempo após a vacina o organismo desenvolve os anticorpos neutralizantes e a imunidade?

O médico José Osmar Medina, ex-coordenador do Centro de Contingência da Covid-19 de São Paulo, afirma que é possível que pessoas sejam infectadas após receberem a vacina, seja a primeira ou a segunda dose.

Nos casos recentes, como em  Israel, na  Itália e nos  Estados Unidos, ele explica a infecção ocorreu após a primeira dose do imunizante porque, provavelmente houve exposicão, e o corpo precisa de tempo para desenvolver os anticorpos. 

"A vacina não é 100% eficaz. Existe um grupo pequeno de pessoas que pode adquirir a doença mesmo sendo vacinado com as duas doses. Mas, nos casos recentes, não é essa a situação. Como estamos em uma pandemia e com um número muito acentuado de casos, não deu tempo da primeira dose ter o efeito necessário", destaca o médico.

Medina diz que não há um consenso da comunidade científica sobre o tempo necessário para a imunização, mas calcula que pode levar de três a quatro semanas para o corpo começar a produzir anticorpos depois da primeira dose.

"A segunda dose é necessária porque ela reforça essa imunidade. E esse tempo do corpo acontece com toda vacina, a da gripe, por exemplo, demora três ou quatro semanas, também", esclarece. 

Ele1 - Criar site de notícias