Sexta, 20 de Maio de 2022 23:04
89 994161886
Senado Federal Senado Federal

Portinho apresentará relatório sobre tragédia que atingiu Petrópolis

O senador Carlos Portinho (PL-RJ) anunciou, em seu pronunciamento de quarta-feira (11), que apresentará ao colegiado da Comissão Temporária Externa...

12/05/2022 08h40
Por: Cirano Sousa Fonte: Agência Senado
Carlos Portinho (PL-RJ) disse que o relatório faz recomendações e sugestões aos executivos municipal, estadual, ao governo federal, a órgãos e instituições de governo e também da sociedade civil - Roque de Sá/Agência Senado
Carlos Portinho (PL-RJ) disse que o relatório faz recomendações e sugestões aos executivos municipal, estadual, ao governo federal, a órgãos e instituições de governo e também da sociedade civil - Roque de Sá/Agência Senado

O senador Carlos Portinho (PL-RJ) anunciou, em seu pronunciamento de quarta-feira (11), que apresentará ao colegiado da Comissão Temporária Externa do Senado nesta quinta-feira (12) o relatório do que a Comissão já investigou sobre a situação do município de Petrópolis (RJ), atingido por fortes chuvas.

Portinho esclareceu que seu relatório é construtivo. O texto aponta diversas recomendações e sugestões aos gestores do poder executivo municipal, estadual, ao governo federal, a órgãos e instituições de governo e também da sociedade civil. Frisou que o objetivo da Comissão é contribuir no processo de reconstrução da cidade de Petrópolis com medidas sobre os planos de prevenção, propondo simulados, mas com prévio conhecimento da população, para que saiba como agir em situações críticas como as que ocorreram.

— Uma das medidas que nós propusemos como recomendação e que é de caráter também legislativo, — é o broadcasting. Que os alertas de chuvas torrenciais e de risco não sejam só enviados às famílias, às pessoas que se cadastraram na cidade, mas também ao turista, como aconteceu em Angra dos Reis, onde também houve uma tragédia, não na mesma proporção da de Petrópolis, mas capaz de igualmente preocupar, seja pelas  vidas que foram ceifadas, seja pelas comunidades que ficaram isoladas — esclareceu. 

Ele1 - Criar site de notícias